quarta-feira, 14 de março de 2018

Imposto de Renda (IRPF) 2018: novidades

O Imposto de Renda da Pessoa Física 2018 (ano-base 2017), ou simplesmente IRPF 2018, trouxe algumas novidades. São elas:


  • mudança do painel inicial do programa de declaração;
  • inclusão de alguns campos na ficha 'Bens e Direitos';
  • impressão do DARF, com a correção pela taxa Selic;
  • obrigação de CPF dos dependentes acima de 8 anos;
  • atualização do programa de declaração, sem a necessidade de novo download;
  • recuperação automática de nomes de empresas e pessoas;
  • entrega da declaração sem a necessidade de instalação do Receitanet.


Painel inicial do Programa de Preenchimento do IRPF 2018

Ao importar uma declaração antiga, o painel inicial do Programa de Preenchimento do IRPF 2018 irá identificar as fichas identificadas como as mais relevantes, baseada no histórico de preenchimento da última declaração.


Declaração de Bens

Foram incluídos alguns campos específicos de informações complementares para alguns bens e direitos. Por exemplo, o número do RENAVAN de veículos automotores:

Talvez a ficha que mais modificou foi aquela que trata de bens imóveis, pois, agora é necessário informar: número de inscrição municipal (IPTU), data de aquisição, logradouro, área do imóvel e registro em cartório.


CPF de dependentes

Outra novidade é a obrigação de inclusão do CPF de dependentes com oito anos ou mais, completados até o dia 31/12/2017.


As demais mudanças do Programa de Preenchimento do IRPF 2018, tal como preenchimento automático de nomes de pessoas e empresas, atualização automática do programa, entrega da declaração sem a necessidade de instalação do Receitanet são menos aparentes, mas igualmente importantes.

Não perca o prazo de 30 de abril e preencha sua declaração o quanto antes!

Artigo escrito por Flávio Girão Guimarães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.