segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Fale conosco: compra de imóvel

Nosso leitor LTS, de Curitiba/PR, encaminhou um estudo de caso em nossa página Fale conosco, sobre a compra de um imóvel, que  apresentamos abaixo. Na sequência.

Pedimos também a ajuda de nossos leitores, pois, ao contrário das ciências exatas, não há resposta certa quando o assunto é investimento. Assim, a participação pode levar a uma melhor avaliação da situação de nosso amigo. 

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Filme: Margin Call - O Dia Antes do Fim

Um filme que retrata o período de 12 horas, de pessoas chaves de um banco de investimento, que precede os primeiros estágios da crise financeira que abalou o mundo em 2008.

Trailer:


O Blog ABC do Dinheiro recomenda esse filme!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Cartão de crédito: programas de recompensa

Para atrair novos consumidores, bem como para aumentar o uso dos cartões de crédito, muitas administradoras recorem aos chamados programas de recompensa. Nos planos de recompensa mais comuns, o valor da fatura é trocado por pontos e, tais pontos, são utilizado na troca por brindes, assinatura de revistas, eletrodomésticos e passagens aéreas. Parece algo muito bom, mas, por trás dessa aparente bondade, existem algumas pequenas armadilhas que devem analisadas.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Estadão: Governo 'ganha' R$ 10 bi com inflação

Um doce para quem descobrir
de que são feitos os "tijolinhos"
Pode existir alguém com o mínimo de juízo que goste de inflação? A resposta é: infelizmente, sim. Trata-se do governo. Por essa razão é que a tarefa de conter a inflação cabe, geralmente, a um banco central independente (do governo, é claro). Esse não é o caso do Brasil, onde o presidente e os diretores do Banco Central do Brasil são livremente nomeados e destituídos pelo governo. Para entender um pouco como a inflação é benéfica para o governo, leia a reportagem de Fabio Graner e Adriana Fernandes, para o Estadão.com.br. Leia a reportagem original aqui.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Cartão de crédito: crédito rotativo

Não sabe brincar? Não desce pro play!
O maior erro que uma pessoa pode cometer em relação ao uso do cartão de crédito no Brasil é não pagar a conta integralmente. Financiar uma parte da conta do cartão de crédito, ou pagar o mínimo da fatura do cartão é um atestado de burrice financeira.

Entre todas as modalidades de crédito existentes no Brasil, seguramente o cartão de crédito está entre as mais caras (senão for a mais cara). Hoje, os juros de certos cartões de crédito ultrapassam 11% ao mês, ou algo em torno de 250% ao ano! Para se ter uma ideia do que 250% ao ano podem fazer com uma dívida, basta dizer que R$ 1.000,00 tornam-se magicamente R$ 3.498,45! Um verdadeiro milagre a multiplicação, só que para os bancos.

Pois bem, o que fazer para não utilizar o crédito rotativo do cartão de crédito? A resposta óbvia é não fazer uma dívida no cartão que você não tenha condições de pagar no mês seguinte. Mas, se isso acontecer, o que fazer?

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Revista da Nova Bolsa: Alta Volatilidade, Tensão e Atenção no Mercado de Ações

Revista da Nova Bolsa nº 11 2011
Caros leitores. Abaixo apresentamos um texto publicado na “Revista da Nova Bolsa: uma publicação da Bm&fBovespa”. Trata-se de um texto longo, mas bastante oportuno neste momento de grandes oscilações do mercado financeiro (bolsa de valores, moedas, juros etc.). Respirem fundo. Boa leitura.

Alta Volatilidade, Tensão e Atenção no Mercado de Ações

Em fases de alta volatilidade, o investidor deve seguir os conselhos dos maiores aplicadores em ações do mundo, estudando o mercado a fundo e, sobretudo, atuando com base na sua estratégia de longo prazo

Por: Fabio Gallo Garcia*

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Infomoney: Veja dez maneiras de organizar suas contas até o final do ano

Por: equipe InfoMoney

SÃO PAULO – Durante o ano, despesas planejadas ou não podem comprometer o orçamento e deixar as contas em desordem. De acordo com o consultor contábil, Ricardo Buturi, a falta de planejamento financeiro é um dos fatores que colabora para que as contas fiquem fora do controle. “Sem dúvida, um dos principais erros é a falta de hábito, organização e de tempo, pois, sem a elaboração e o acompanhamento de um bom planejamento financeiro, dificilmente o consumidor conseguirá satisfazer seus projetos de consumo, construir um patrimônio para sua aposentadoria ou realizar aquele antigo sonho”, explica.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O que é Dinheiro? Série Educativa do Banco Central

Com o objetivo de ajudar na educação financeira das crianças, o Banco Central do Brasil lançou algumas cartilhas (Cadernos BC - Série Educativa) que explicam de forma simples o funcionamento dos instrumentos e agentes do mercado financeiro. As cartilhas que estão disponíveis atualmente são:
A Cartilha O que é dinheiro (editada em 2002) conta de forma leve e descontraída a história da invenção do dinheiro, uma criação relativamente recente, na história da humanidade, sendo um primeiro passo que permitiu construir todo o sistema financeiro que conhecemos hoje.

Como podemos observar na história da cartilha, o dinheiro surgiu inicialmente da necessidade de facilitar as trocas de mercadoria e serviços, que antes da sua criação eram trocados entre as pessoas das pequenas sociedades. Nesse momento, surge a 1ª função da moeda, funcionar como Meio de Trocas.


No decorrer da história, entretanto, verificamos que a evolução da sociedade obrigou as pessoas a encontrar uma forma de quantificar o valor das trocas e de permitir o acúmulo de recursos de um período para outro de forma não perecível, o que deu origem às outras duas funções da moeda, Unidade de Conta e Reserva de Valor.

Vale a pena baixar a cartilha e ler com seus filhos, sobrinhos e netos, pois ensinar nossas crianças a lidar de forma saudável com dinheiro é um desafio e tanto num mundo que incentiva o consumo indiscriminado a todo o momento.


Artigo escrito por Pedro Borges Neto, CFP

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Estadão: Sócio do barulho na Petrobrás

As ações da Petrobrás não param de cair. Desde o dia 21 de maio de 2008, quando as ações preferenciais da Petrobrás alcançaram o valor máximo de R$ 52,51 até o pregão da última sexta-feira (26/08/2011), quado a cotação atingiu R$ 19,90, houve uma desvalorização de aproximadamente 60% (já considerando os proventos pagos durante o período).

Muita coisa explica a queda das ações da petroleira, a começar pela queda generalizada o mercado de ações brasileiro. Para efeito de comparação, o Ibovespa, índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo, amargou uma desvalorização de aproximadamente 11%. Outros fatores específicos explicam a queda das ações da Petrobrás. Entre os mais relevantes, destacamos o preço do barril de petróleo que, desde julho de 2008, desvalorizou aproximadamente 40%.

Mas apesar do mercado de ações em queda e dos preços declinantes do petróleo, é necessário manter a vigilância. É o que mostra a reportagem de Sabrina Valle, para O Estado de São Paulo, sobre a batalha de um acionista minoritário contra a estatal, por supostos problemas de conflitos de interesses de conselheiros da petroleira.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Regimes de Casamento - Entenda a Diferença!

Antes de poder Planejar sua Sucessão, é importante entender alguns conceitos, entre os quais estão os Regimes de Casamento existentes na Legislação Brasileira.
A escolha do regime é uma decisão muito importante (mas pouco discutida entre os casais) tanto para Sucessão (na ocasião do falecimento de um dos cônjuges) quanto para uma eventual  dissolução da união. Falar sobre esses temas parece ser tabu entre os amantes, mas pode evitar vários problemas.
Para ajudar os futuros casais a escolher o melhor regime de casamento, segue um breve resumo dos quatro (4) regimes incluídos no Novo Código Civil:

terça-feira, 16 de agosto de 2011

FUNCINE: o melhor investimento em 2011? (Atualizado)



Num país em que aproximadamente 40% do PIB é arrecadado em impostos, utilizar os benefícios tributários oferecidos pelo governo deixa de ser um benefício para ser uma obrigação. Vamos falar sobre vários desses incentivos fiscais que nos ajudam a domar o Leão do IR, mas neste momento, vamos focar no FUNCINE - Fundo de Investimento em Cinema, que foi tratado de forma detalhada em uma matérias da Exame.com - João Sandrini.

O FUNCINE é muito mais que um benefício tributário como tantos outros incentivos ao esporte e à cultura, pois consiste numa modalidade de investimento cuja origem dos recursos é o imposto de renda devido. Neste produto, uma pessoa física pode pegar 6% do IR devido (para empresas o limite é 3%) e colocar num Fundo de Investimento em Cinema e este valor será totalmente deduzido do seu imposto a pagar. Assim, além de receber integralmente seu investimento como redução do imposto à pagar ou aumento da restituição a receber, o cidadão ainda participa como sócio dos investimentos feitos pelo FUNCINE. Já imaginou ser sócio do próximo sucesso do cinema nacional? e participar dos resultados da bilheteria das salas de cinema? (sim o fundo também pode fazer investimentos imobiliários em salas de projeção de cinema)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Reajuste de aluguel – agosto de 2011


A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou o IGP-M de julho de 2011 (-0,12%). Com esse resultado, o IGP-M acumula alta de 8,35 % nos últimos doze meses.

Por se tratar do principal índice utilizado no reajuste do aluguel, o ABC do Dinheiro mantém na página Calculadoras uma ferramenta para auxiliar no cálculo do reajuste do seu aluguel, caso você tenha um contrato com vencimento em julho de 2011. Aproveite!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

A bolsa está caindo. O que fazer?

O índice Bovespa, principal índice da bolsa de valores de São Paulo, segue em queda desde o final de 2010. Neste período, acumulou uma queda de, aproximadamente, 25%. Somente na última semana, a queda foi de quase 10%. Para aqueles que estavam com os seus recursos aplicados na bolsa em 2008, é difícil não se lembrar da queda de 60% ocorrida no IBOV no período de Maio a Outubro daquele ano. Qual atitude deve ser tomada neste momento? Devo entrar agora? Devo sair agora? O que fazer?

Não existe uma receita única. Cada um tem os seus prazos de investimento, seu próprio grau de aversão a risco, seus objetivos, entre outros fatores que influenciam no momento da escolha de um investimento. A opinião aqui expressa é pessoal e deve ser analisada com muito critério, tentando adaptá-la, se for o caso, as diferentes situações. Estas opiniões estão direcionadas para aqueles que investem apenas na ponta compradora, que é o caso da maioria dos investidores da bolsa. Primeiro, faz-se necessário dividir em dois grupos com situações diferentes: comprados (aqueles que já possuem alguma ação) e potenciais compradores (aqueles que estão de fora a espera de uma oportunidade para entrar na bolsa).

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Fundo de ações Petrobrás

Caros leitores,

Apresentamos a seguir a dúvida de um leitor que, acreditamos, deve ser a dúvida de muita gente nesses dias. Em seguida, fazemos os nossos comentários:

Há alguns anos apliquei R$ 9 mil, em um fundo de ações Petrobras. Por inexperiência, acabei não resgatando o valor quando a rentabilidade estava positiva. Hoje, o saldo do referido fundo é de aproximadamente R$ 7 mil. Ou seja, já perdi aproximadamente R$ 2 mil.

Minha dúvida e: devo manter esse investimento e aguardar uma valorização, tendo em vista a questão do pré-sal, mesmo sabendo da taxa de administração de 2%. Ou devo resgatar o valor integralmente e buscar um novo investimento. Neste caso qual seria a melhor forma de investir o valor resgatado.

Obs: não vou fazer uso do dinheiro em curto prazo, posso aplicá-lo por pelo menos cinco anos ou mais.

Atenciosamente,

EMS
Cuiabá/MT

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Análise Técnica: Tendência - parte I

Um dos principais objetivos da AT é a identificação de tendências. A importância da identificação da tendência está no fato de ser aconselhável que nossas operações estejam em conformidade com a tendência do ativo, ou seja, devemos comprar quando a tendência for de alta e vender quando a tendência for de baixa. A dificuldade de se operar a favor de uma tendência é que este tipo de operação vai de encontro ao que sempre aprendemos: “comprar um ativo assim que ele cair e ficar barato, vendendo quando ele subir e ficar caro”.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Época: Está na hora de ficar milionário


Caros leitores,

Na semana passada a Revista Época publicou uma excelente reportagem intitulada "Está na hora de ficar milionário", dos jornalistas Marcos Coronato, Daniella Cornachione e Keila Cândido, com Letícia Sorg.

Trata-se de um texto longo, mas que vale muito a pena. Para acessar a reportagem, clique aqui.

Boa Leitura!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Por que os preços dos imóveis sobem tanto?

O mercado imobiliário brasileiro vive um momento único. Tornou-se corriqueiro o lançamento de novos empreendimentos, o surgimento de novos bairros e até o aparecimento de novos condomínios que até se confundem com pequenas cidades, de tão grandes.

Para chegar até esse ponto, foram necessárias mudanças macroeconômicas relevantes, tais como a estabilização da moeda brasileira (queda da inflação) e a paulatina redução das taxas de juros praticadas no Brasil.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Imposto de Renda – ações

A tributação do Imposto de Renda (IR) sobre o ganho líquido auferido nos investimento em ações é um tema que gera dúvidas. O presente artigo pretende simplificar seu entendimento, possibilitando a sua correta aplicação.

A tributação sobre os investimentos em ações possui duas alíquotas distintas: 20% e 15%. A alíquota a ser aplicada dependerá da espécie da operação realizada. Assim, as operações de day trade, onde a compra e a venda de um mesmo ativo são realizadas dentro de um mesmo dia, são tributadas à uma alíquota de 20%, com a retenção de 1% na fonte. As demais operações são tributadas à uma alíquota de 15%, com retenção de 0,005%, se a soma das operações no mês for superior a R$ 20.000,00. O IR recolhido na fonte pode ser compensado no momento da apuração do imposto a pagar no mês. A retenção do IR na fonte é de responsabilidade da instituição intermediadora que receber a ordem do cliente.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Documentário: Inside Job - A Verdade da Crise

Muito se fala sobre a crise de 2008 dos subprimes americanos, mas o que é um subprime? O que desencadeou tal crise? Quais foram os verdadeiros responsáveis? Quais foram os efeitos desta crise? A resposta a estas e outras perguntas podem ser encontradas no excelente documentário Inside Job – a verdade da crise, de Charles Ferguson.

A crise de 2008 custou ao mundo mais de 20 trilhões de dólares e fez com que milhares de pessoas perdessem suas economias e seus empregos. Instituições "sólidas" fecharam as portas. Através de diversas entrevistas com influentes personalidades do mercado financeiro, políticos e jornalista, Inside Job mostra o surgimento de uma indústria desonesta e mostra a relação corrosiva que corrompeu a regulação, os políticos e os acadêmicos.

Segue o trailer legendado em português.


O ABC do dinheiro recomenda este documentário!

terça-feira, 5 de julho de 2011

Análise Técnica: gráficos de barras x gráficos de candles

A maioria das pessoas está acostumada com os gráficos de linha, porém, este tipo de gráfico passa pouca informação e é preterido pelos analistas técnicos em detrimento dos gráficos de barra e de candelabros japoneses (candlestick) como veremos a seguir.

Quais são os tipos de gráficos mais utilizados pelos analistas técnicos?

  1. Gráficos de Barras.
  2. Gráficos de Candles.
Por que são os mais utilizados?

quinta-feira, 30 de junho de 2011

100.000 visualizações de página!

Hoje o ABC do Dinheiro atingiu uma marca muito importante, totalizamos 100.000 visualizações de página desde o dia de nossa estréia, em 8 de janeiro de 2011!

Uma marca e tanto para um site de finanças pessoais nascido há menos de seis meses.

Aos nossos leitores, nosso muito obrigado!

Calendário COPOM 2012

O Banco Central do Brasil (BCB) divulgou nesta quinta feira o calendário de reuniões do Comitê de Política Monetária (COPOM), para o ano de 2012. As reuniões acontecerão em:

  • 17 e 18 de janeiro;
  • 6 e 7 de março;
  • 17 e 18 de abril;
  • 29 e 30 de maio;
  • 10 e 11 de julho;
  • 28 e 29 de agosto;
  • 9 e 10 de outubro;
  • 27 e 28 de novembro.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Livro - As 10 principais diferenças entre os milionários e a classe média


As 10 principais diferenças entre os milionários e a classe média
SMITH, KEITH CAMERON


Comentários:

Nesse livro, o autor Keith Cameron Smith apresenta, numa leitura leve e rápida, como a forma de pensar dos milionários os impulsiona na direção do sucesso, enquanto o modelo mental da classe média impede o seu desenvolvimento.




quarta-feira, 22 de junho de 2011

A caderneta de poupança e os fundos de pensão

Caros leitores,

É com imenso prazer que reproduzimos hoje um artigo escrito por Ricardo José Andrade Leite Viana, publicado inicialmente na revista Fundos de Pensão, edição de maio/junho de 2011.

Ricardo trata de um problema que o país terá que enfrentar para poder reduzir as taxas de juros para níveis aceitáveis internacionalmente, as regras atuais da caderneta de poupança.

Caso você queira também publicar um artigo no ABC do Dinheiro, envie seu artigo para avaliação através de nosso e-mail. Boa leitura!

domingo, 12 de junho de 2011

Vídeo: Análise Técnica com Marcio Noronha


Marcio Noronha é o maior nome da Análise Técnica (AT) no Brasil. Autor de vários livros sobre o tema e atuante no mercado há mais de 40 anos, é considerado o pai da AT no Brasil. Neste vídeo ele fala sobre as influências das notícias nos preços dos ativos, o comportamento dos preços diantes de fatos marcantes como as guerras, a morte de importante agentes políticos, mostrando como a AT pode ajudar diante de tais situações. Termina falando a respeito do mito "bolsa é um investimento de longo prazo". É um vídeo interessante, principalmente para aqueles que queiram entender um pouco melhor como funciona a dinâmica do mercado de ações.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Livro: O Naturalista da Economia

Livro - O Naturalista da Economia
Robert Frank

Comentário:

O livro do economista Robert H. Frank é uma coletânea de artigos escritos pelos seus alunos, incentivados por seu professor a encontrar explicações econômicas para questões do nosso dia-a-dia.

Apesar de não ter um compromisso com a verdadeira resposta para cada uma das questões apresentadas, a leitura desse livro oferece uma forma lúdica de observar o comportamento das pessoas à luz do conhecimento econômico, facilitando o entendimento desses conceitos e do comportamento humano.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Ações - Aprenda com as publicações da BM&F Bovespa

Na última semana foram iniciadas as vendas do iPad2 no Brasil e o sucesso foi tão grande que nos primeiros dias foram vendidos todos os aparelhos disponibilizados para o mercado brasileiro. Somados aos milhares de iPad1 vendidos no último ano, esse plataforma vem se consolidando como alternativa aos notebooks, tanto para atividades de lazer quanto para atividades profissionais, bem como instrumento de distribuição ágil e barata de jornais, revistas e demais materiais de leitura.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Reajuste de aluguel – junho de 2011

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou nesta semana o IGP-M de maio de 2011 (0,43%). Com esse resultado, o IGP-M acumula alta de 9,76 % nos últimos doze meses.

Por se tratar do principal índice utilizado no reajuste do aluguel, o ABC do Dinheiro mantém na página Calculadoras uma ferramenta para auxiliar no cálculo do reajuste do seu aluguel, caso você tenha um contrato com vencimento em junho de 2011. Aproveite!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Financeiro: Cofrinho Cheio

Nos últimos anos testemunhamos uma expansão acelerada do crédito. As ofertas proliferam por todos os lados. Com tanta facilidade, muita gente acaba caindo na armadilha do superendividamento.

Mas é possível utilizar o crédito a seu favor, através de um controle dos gastos e com a elaboração de um bom orçamento. A reportagem de Felipe Floresti e Juliana Jadon, para a revista Financeiro, dá dicas preciosas para manter as contas no azul. Leia a reportagem aqui.

domingo, 17 de abril de 2011

Como funcionam as regras de importação de bens adquiridos, no exterior, pela internet?


Com o dólar baixo, existe um enorme incentivo a compra de bens no exterior. Um dos possíveis canais de compra no exterior é a internet. As regras para importação de bens pela internet são diferentes das regras praticadas para os viajantes em trânsito internacional. Este artigo visa esclarecer como funcionam estas regras.

Com o advento da internet, o comércio entre os países se estreitou e hoje já quase não existem barreiras à troca de mercadorias pelo mundo. Pela complexidade das leis brasileiras e a enorme burocracia existente no país, poucas pessoas conhecem como funciona a tributação sobre a importação de bens por pessoa física no Brasil. Nesse artigo será descrito como funciona o Regime de Tributação Simplificada (RTS) para pessoa física (PF).

O RTS se aplica à importação de bens pelos correios, companhias aéreas ou empresas de courier, inclusive compras realizadas pela internet e o valor máximo permitido nesse regime é de US$ 3.000,00, desde que a quantidade e frequência não caracterizem destinação comercial. Sendo assim, mercadorias adquiridas na internet, enviadas pelo correio com valor inferior a US$ 3.000,00 podem se valer das regras contidas neste regime.

As isenções do pagamento do imposto de importação acontecem nos seguintes casos:

quarta-feira, 6 de abril de 2011

G1: Fundo é opção para investir em imóveis sem comprar um: entenda

Shopping Higienópolis
Os fundos de investimento imobiliário (FII) são excelentes forma de se investir em imóveis. Por essa razão, a cada dia mais e mais FII são lançados no mercado.

Muitos leitores tem sugerido que nós falássemos um pouco acerca dos fundos imobiliários. Como não somos especialistas no assunto (ainda), resolvemos pesquisar na rede à procura de um artigo que fosse, ao mesmo tempo, completo e didático.

Encontramos no portal G1 uma excelente reportagem de Ligia Guimarães, que recomendamos. Para ler o artigo direto na fonte, clique aqui.

Boa leitura!

quarta-feira, 30 de março de 2011

Livro: Seu Imóvel: Como Comprar Bem


Imagem promocional

LIVRO - SEU IMÓVEL: COMO COMPRAR BEM


Mauro Halfeld

Comentário: a compra de um imóvel é, quase sempre, a mais importante e dispendiosa decisão financeira que um indivíduo ou uma família pode tomar ao longo de toda sua vida. Não é raro encontrarmos famílias cuja renda é comprometida em parte com o pagamento de um aluguel ou a amortização de um financiamento imobiliário. Entretanto, apesar de sua importância, muitas vezes a compra do imóvel é conduzida pela emoção de momento, não sendo precedida por uma cautelosa e criteriosa avaliação.


segunda-feira, 28 de março de 2011

Qual o impacto da nova tabela de imposto de renda para 2011? MP 528, de 25 de março de 2011

Miau!
Como a nova tabela de imposto de renda me afeta? Como calcular o impacto sobre o meu salário?

Não é muito comum, mas de vez em quando, o governo nos dá uma boa notícia em matéria tributária. Hoje foi editada a medida provisória com as novas tabelas de imposto de renda para a ano-calendário de 2011, 2012, 2013 e 2014, com reajustes de 4,5% para cada uma delas. A nova tabela para o ano-calendário de 2011 segue conforme quadro abaixo:


terça-feira, 15 de março de 2011

Você S/A: Cuidado com os ganhos fáceis na internet


Cuidado com o lobo em pele de cordeiro!
Quando o assunto é investimento, não há mágica. Ganhos impressionantes em curto prazo só tem um significado: fraude!

Para ludibriar os incautos há de tudo: engorda de bois, avestruz, distribuição de serviços de comunicação, moedas internacionais e por aí vai.

Para evitar tais arapucas, é sempre bom estar informado. Nesta excelente reportagem de Bruno Vieira Feijó, para Você S/A, são apresentadas novas armadilhas. Leia a reportagem aqui.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Operando com LTN - Letras do Tesouro Nacional

Recebemos em nossa página Fale Conosco um estudo de caso do amigo KWN, sobre operações com LTN - Letras do Tesouro Nacional. Tal assunto pode interessar aos atuais e potenciais investidores do Tesouro Direto. Fica apenas o alerta que o assunto foi  tratado no início de março. Portanto, as taxas, prazos e rentabilidades apresentadas diferem das taxas e rentabilidades dos títulos públicos do Tesouro Direto hoje. Não obstante, a análise permanece válida.

"Possuo investimento em Tesouro Direto. São quatro lotes de LTN, um com vencimento em 01/01/2012 (LTN010112) e três com vencimentos em 01/01/2013 (LTN010113). Como as taxas de juros estão subindo, vale a pena vender alguns destes títulos, mesmo pagando uma alíquota de imposto de renda maior, e recomprar novos títulos (e pagar nova taxa de compra) para garantir um rendimento maior por um tempo maior (por exemplo, para 2014, 2015,...)? Trabalho com uma corretora que não cobra taxa de custódia, pago apenas a taxa anual para a CBLC.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Dia das Mulheres: Campanha das Redes Sociais

Ontem foi o Dia Internacional das Mulheres, e o ABC do Dinheiro parabeniza todas as mulheres que tanto abrilhantam nossas vidas e que, normalmente, são responsáveis pela administração financeiras das famílias brasileiras. Aproveitamos essa data para lançar nossa primeira promoção, que irá presentear com um livro um dos nossos leitores cadastrados no nosso Facebook ou Twitter.

No dia em que homenageamos as mulheres, nada melhor que oferecer um livro voltado para um público tão especial. Trata-se de um bestseller americano que foi adaptado e comentado por ninguém menos que Gustavo Cerbasi, autor de tantos livros de Planejamento Financeiro.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Fale Conosco: Tesouro Direto 2011 - parte 2

Sprechen mit mir, bitte!
Caros leitores,

A página Fale Conosco é feita para vocês. Temos o maior prazer em auxiliar nossos leitores com suas dúvidas, estudos de caso e outros assuntos relacionados ao mundo das finanças. Quando achamos que a dúvida pode ser estendida a outros leitores e, quando autorizados, publicamos nesse espaço.

Na última quinta-feira, publicamos um "Fale Conosco", com uma dúvida do leitor Rafael Pinheiro, do Rio de Janeiro/RJ:


O Amigo Rafael aproveitou para enviar outra mensagem, solicitando novas explicações do ABC do Dinheiro, que reproduzimos abaixo, junto com a resposta de nossos especialistas:


quarta-feira, 2 de março de 2011

Fundo DI X CDB X Poupança - março de 2011

Atualizado em 26/06/11
Aviso: a análise foi atualizada em 26/06/11, no artigo Fundo DI x CDB x Poupança x Tesouro Direto. Abaixo, apresentamos o texto original de março de 2011.
 -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -
 A inflação persistente, que já ameaça superar o teto da meta para 2011 (hoje em 6,5% ao ano) e o super aquecimento da economia brasileira induziram o COPOM a elevar novamente a taxa Selic em reunião realizada hoje. Junto com a alteração da Taxa Selic, entre outros, alteram-se a remuneração de alguns investimentos populares, tais como o CDB, o Fundo DI.

Portanto, vamos atualizar nosso comparativo, baseado na nova taxa Selic, que a partir de hoje está fixada em 11,75% ao ano. Além da alteração da Taxa Selic, outra novidade do nosso comparativo é o aumento do rendimento da poupança para algo em torno de 0,65% ao mês, devido à elevação da Taxa Referencial.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Fale Conosco: Tesouro Direto 2011

Fale Conosco
Caros leitores,

Na página Fale Conosco disponibilizamos um espaço para que vocês enviem sugestões, críticas, estudos de caso, dúvidas etc. Através desse canal de comunicação, já atendemos muitos leitores que procuram o aconselhamento de nossos especialistas.

Nessa interessante troca de informações, por vezes nos deparamos com dúvidas que podem ser estendidas a outros leitores e, portanto, quando autorizados, publicaremos tais dúvidas e a resposta de nossos especialistas.

Meu conterrâneo, Rafael Pinheiro do Rio de Janeiro/RJ, entrou em contato conosco, perguntanto nossa opinião acerca da evolução do Tesouro Direto em 2011...

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Exame.com: quando não recompensar o filho com dinheiro

Caros leitores,

Educação financeira é coisa que se aprende no berço. Desde pequenos, nossos filhos devem ser iniciados no mundo das finanças e, assim, aprenderão naturalmente como tratar um assunto tão importante para todos.

Muitos pais e mães tem o hábito de premiar seus filhos com dinheiro, por tarefas cotidianas. Alguns especialistas, entretanto, alertam para o perigo de tal prática. Na reportagem de Gabriela Ruic, para Exame.com, são analisados certos comportamentos de nossos filhos que não devem ser premiados com dinheiro. Leia a reportagem na íntegra aqui.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Exame.com: 15 coisas que as crianças devem saber sobre dinheiro

Na excelente reportagem de Julia Wiltgen, veiculada na Exame.com, descobrimos algumas dicas interessantes de como ensinar desde cedo nossas crianças a lidar com dinheiro. Boa leitura!

Em um país de "analfabetos" financeiros, nunca é demais ensinar nossos filhos e filhas a importância de poupar, investir, evitar empréstimos e empreender. Leia a reportagem aqui.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Planos de Previdência - Por que é tão difícil entender?

O que você faria se fosse abordado por um vendedor de previdência com a proposta abaixo?

“Bom dia Senhor,

Gostaríamos de lhe oferecer um produto fantástico. Trata-se de um PGBL com Carregamento de 2%, por aporte, e Taxa de Gestão de 1,5% a.a. que aplica 15% das reservas em Renda Variável, e garante um Benefício atrelado à Tábua Atuarial AT2000 com atualização pelo IPCA + Excedente Financeiro.

Com esse produto o senhor terá um Benefício Tributário na DIRPF, além de não sofrer com o Come-Cotas sobre os rendimentos e poderá escolher a Tabela Regressiva para o recolhimento do IR.

O que o senhor acha do produto? Tem interesse?
A partir do texto apresentado, é fácil entender por que é difícil entender os planos de previdência, pois até um especialista tem dificuldade detalhar o produto. Essa dificuldade pode ser explicada por 3 (três) motivos:

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Conta corrente sem tarifas

Poucas pessoas sabem, mas desde dezembro de 2007 os bancos estão proibidos de cobrar pelos serviços bancários essenciais prestados a pessoas físicas. Dentre os serviços essenciais desse pacote, descrito na Resolução do Conselho Monetário Nacional nº 3.518, de 06 de dezembro de 2007, destacam-se:

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Folha Online:Confira os principais tipos de investimento e saiba como aplicar

Ygor Salles escreveu um excelente artigo para a Folha.com, relacionando as opções de investimento mais comuns em nosso mercado, com uma pequena descrição de cada um desses investimentos, o retorno esperado, risco de mercado e de liquidez. Vale conferir (aqui).

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Exame.com: Como a subida dos juros afeta o seu investimento


Ontem o Comitê de Política Monetária (COPOM) elevou a taxa Selic em +0,5%, iniciando mais um ciclo de alta. Motivos para isso não faltam e, o principal deles, é a dinâmica dos índices de inflação que persistem acima da meta definida pelo Conselho Monetário Nacional, 4,5% ao ano.

A jornalista Marcela Ayres, em excelente artigo publicado no site Exame.com, avalia como a alta da Selic pode afetar o pequeno investidor. Leia aqui.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Nova página - fale conosco

Caros leitores,

Mais uma novidade do ABC do Dinheiro. É a página Fale conosco, onde você fazer, entre outros, críticas e sugestões.

Quer o aconselhamento de nossos especialistas? Utilize nossa nova página e encaminhe sua dúvida. Seu caso será exposto no site, mas seus dados serão mantidos em total sigilo!

Contatos comerciais também podem ser feitos através da nova página.

Aproveitem!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

R$ 0,99 de corretagem. Isso é possível?

Nesta sengunda-feira foi lançado o Home Broker da Mirae Asset. Para quem não conhece, a Mirae, criada em 1999 na Coréia do Sul, e hoje é um grupo que inclui, entre outros, corretora, banco de investimento, gestora de recursos de terceiros e seguradora.

Para ganhar escala no mercado brasileiro, bastante competitivo, a Mirae decidiu lançar o Home Broker com a menor taxa fixa do mercado, R$ 2,90 por operação no mercado à vista, fracionário e opções. Até sexta-feira, a menor corretagem fixa do mercado brasileiro era R$ 5,00, cobrados pela TOV e ICAP.

Se a notícia já era boa, vai melhorar ainda mais: promocionalmente, para os 2011 clientes que tranferirem a custódia de ações para a Mirae, a taxa de corretagem durante um ano será de apenas R$ 0,99!

Para maiores informações, consulte o site da Corretora Mirae na internet:

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Dicionário de Economês

Mais um lançamento do Blog ABC do Dinheiro!

Trata-se do Dicionário de Economês, com o significado dos principais termos utilizados no mundo das finanças.

Aproveite e sugira novos verbetes.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Dica de leitura: Patrimônio: Para Você Ganhar Mais e Viver Melhor

Patrimônio: Para Você Ganhar Mais e Viver Melhor
Mauro Halfeld

Comentário:

Um livro de finanças pessoais voltado para iniciantes.

Mauro Halfeld, conhecido comentarista financeiro da Rádio CBN, escritor de vários livros sobre gestão de investimentos e finanças brinda o público com um livro de rápida e fácil leitura, com conselhos e seções de perguntas e respostas.

sábado, 8 de janeiro de 2011

O que é o ABC do Dinheiro

O Blog ABC do Dinheiro tem como missão descomplicar sua relação com o dinheiro, tornando-a mais saudável, sem truques ou promessas milagrosas, apenas com a difusão de conhecimento de educação financeira.

No Blog você vai encontrar dicas para economizar mais e investir melhor. São conselhos e opiniões sobre suas finanças, imposto e herança, seguros e previdência, que seu gerente de banco ou não quer, ou não pode, ou não sabe dar.

Como finanças pessoais não é uma ciência exata e, como não há verdade absoluta nesta área, traremos a resenha de livros de finanças pessoais, escolhidos entre os mais vendidas nas principais livrarias do país.

Quer saber quanto custa um automóvel por ano? Juros de 3% ao mês equivalem a quanto por ano de juros? Qual fundo de investimento devo escolher para investir meu suado dinheirinho? A resposta a essas perguntas você encontrará neste Blog.

Para quem já sabe um pouco mais, iremos nos aventurar em assuntos mais densos, como análise fundamentalista e técnica para compra de ações, estratégias com derivativos, renda fixa e muito mais!

Um Blog não seria completo sem a participação dos leitores. Gostou de um artigo, vídeo ou planilha? Comente com seus amigos! Não gostou? Critique! Esse espaço também é seu.