terça-feira, 23 de outubro de 2012

Estadao: Com juro menor, assessoria financeira fica mais acessível

Muito comum em países como Estados Unidos, a assessoria financeira individualizada começa a dar as caras no Brasil. Isso se deve, em boa parte, à redução das taxas de juros, especialmente a redução da taxa Selic, que diminui os ganhos "fáceis" com investimentos de pouco risco, tais como os fundos de investimento referenciados Di, os CDBs posfixados e a poupança.

A excelente reportagem de Mariana Congo e Yolanda Fordelone para o estadão.com.br, mostra que as instituições financeiras perceberam tal janela de oportunidade, passando a oferecer assessoria financeira individualizada, antes restrita a clientes de altíssima renda, para outra parcela de clientes menos abastados.

Link para a reportagem original aqui

Boa leitura!