quarta-feira, 12 de junho de 2013

Rentabilidade das Letras do Tesouro Nacional - LTN

Recebemos um comentário no artigo Posso perder dinheiro com títulos públicos? que gostaríamos de compartilhar com os leitores do Blog. Nossas considerações vem na sequencia.

"Ao comprar algumas Letras do Tesouro Nacional (LTN) é indicada uma taxa de retorno. É possível que, no vencimento, eu obter tal rentabilidade?


Mais ainda: é possível ter prejuízo ou lucro menor mesmo quando fico com os títulos até a data do vencimento?



Por fim, como funciona a rentabilidade dos outros títulos (que não sejam a LTN) caso fique com os títulos até a data final do vencimento. Existe possibilidade de ter prejuízo ou lucro menor do que o apresentado no momento da compra do título?"


A LTN é o título mais fácil de ser precificado, pois, cada LTN valerá exatamente R$ 1 mil na data de vencimento, nem mais, nem menos. Ou seja, se você compra hoje 3 LTN, terá R$ 3 mil na data de vencimento. Comprou 10 LTN com vencimento em janeiro de 2016. Parabéns, você receberá R$ 10 mil em janeiro de 2016.

Quando se compra uma LTN, seja através do site do Tesouro Nacional, seja através de sua corretora ou banco, é apresentada a taxa de juros que corresponde à rentabilidade estimada para aquela LTN naquele instante. Ou seja, no momento que você compra a LTN, você sabe exatamente o retorno BRUTO que você obterá caso mantenha o título ATÉ O VENCIMENTO. Porém, para obter a rentabilidade LÍQUIDA, você deve descontar:

- a taxa de custódia (0,30% ao ano, paga em favor da CBLC);
- a taxa do banco/corretora, cobrada no momento da aquisição do título;
- o Imposto de Renda, que varia de acordo com o prazo que você permanecer com o título.

Antes de terminar, alguns alertas:

Se você vender o título antes do vencimento, estará sujeito às variações dos juros de mercado. Se você der o azar de vender seu título em um momento de aumento de juros, receberá uma rentabilidade inferior à contratada. Caso você venda seu título em um momento de queda de juros, receberá uma rentabilidade superior.

Ou seja, rentabilidade igual à rentabilidade indicada no momento da compra, SÓ SE VOCÊ MANTIVER O TÍTULO ATÉ A DATA DO VENCIMENTO.

Quanto aos demais títulos vendidos no Tesouro Direto, somente a NTN-F (prefixado com pagamento de cupom) tem característica semelhante à LTN, ou seja, é possível determinar exatamente a rentabilidade do título no momento da compra, caso o título seja mantido até o vencimento. Já os demais títulos...

As NTN-B são em parte corrigidas pelo IPCA. Portanto, não temos como determinar seu valor no momento do vencimento e, assim, não temos como determinar a rentabilidade do título no momento da compra. A taxa indicativa que aparece no momento da compra da NTN-B é o prêmio que é acrescido à variação do IPCA.

Já a LFT é corrigida de acordo com a variação da SELIC. Desta forma, tal como ocorre com as NTN-B, não é possível saber exatamente o valor da LFT no vencimento e, portanto, não é possível determinar a rentabilidade do título no momento da compra.

Artigo escrito por Flávio Girão Guimarães.

Quer saber mais sobre o Tesouro Direto? Sugerimos os seguintes artigos já publicados no ABC do Dinhero: